terça-feira, 11 de outubro de 2011

Filarmônica Vera Cruz faz concerto para crianças

Pedro e o Lobo, de Prokofiev, será a atração do Dia das Crianças

A Filarmônica Vera Cruz apresentará uma série de concertos em outubro e um deles é para comemorar o Dia das Crianças, nesta quarta-feira (12/10). O espetáculo terá no repertório a obra “Sonhe à noite e de Dia”, de autoria do maestro e regente da orquestra, Júlio Medaglia, além de obras de Vivaldi e o clássico “Pedro e o Lobo”, de Prokofiev. O evento acontecerá a partir das 11h, no Parque Chácara Silvestre.
Em  26 de outubro, a orquestra volta a se apresentar no Teatro Lauro Gomes, dessa vez, com a presença de jovens solistas e tendo na programação peças de Chopin, Mozart e Vivaldi, entre outras.
Temporada - A Filarmônica Vera Cruz retomou sua temporada neste semestre com apresentações semanais em São Bernardo, sempre com entrada franca. A orquestra realizará mais de 40 eventos este ano entre concertos, espetáculos ao ar livre e concertos didáticos.
“O nosso objetivo é firmar a Filarmônica Vera Cruz como uma das principais orquestras brasileiras, formar uma nova plateia, permitindo o acesso dos jovens, e transformar a orquestra num símbolo da cidade de São Bernardo”, explicou o maestro Júlio Medaglia.


 
Encontro com a Juventude - As séries "Encontro com a Juventude" têm objetivo de divulgar a música erudita entre os jovens e crianças da Região. Trata-se de um ensaio aberto à população com uma apresentação inicial do maestro Júlio Medaglia. Todos que desejam conhecer ou que apreciam a música erudita podem assistir aos encontros. É uma grande oportunidade de ter contato e aprender sobre a rotina de uma orquestra, num clima bem descontraído.
De acordo com o maestro Julio Medaglia – também coordenador geral do Centro Livre de Música –, tão importante quanto divulgar a música erudita é apresentá-la de forma correta ao público. “Queremos formar uma audiência de qualidade, que as pessoas possam entender como funcionam aquelas máquinas maravilhosas de música. É muito comum que os jovens só ouçam o que lhes é apresentado pela mídia, a música comercial, que infelizmente tem qualidade duvidosa”, avaliou.
Eu como músico, digo que música é a arte mais bela feito pelo homem, é a arte de combinar harmonia, melodia e rítmo, portanto o duvidoso de alguém, poderá ser a manifestação de um sentimento de outra pessoa que as vezes não se liga com conceitos que alguns tem.
 

Eu
É incrível como nós, músicos temos opiniões diferenciadas, e dou umas amostras.
Julio Bellodi , musico , regente, professor, compositor gosta de compor choros, mas em sua formação é apaixonado por Bethovem
Ricardo(finado professor de rítmica da Fundação das Artes de São Caetano do sul) Maestro, Regente, Compositor gostava de WA Mozart
Antonio ex-Maestro da Big Band de Jaz da Fundação das Artes de São Caetano do Sul, ex Maestro da Orquestra Sinfonica de São Caetano do Sul, Compositor, Maestro e Regente e professor era fã de Bethoven e JS Bach mas suas composições eram Mozartianas
Itacir Bocato Junior, Compositor, Musico, Regente tem em seu sangue Pixinguinha, diz ele, que seu som é sincopado como sapato branco de Pixinguinha
Jota Moraes, meu tio, Compositor, Regente, Maestro multi-instrumentista, em seu ultimo CD junto com Mauro Senise fez  arranjos de Carlos Gomes, Chiquinha Gonzaga, Ernani Aguiar, Radamés Gnattali , Heitor Villa Lobos , Padre José Maurício Nunes da Silva entre outros grandes compositores que meu tio se espelhou , mas suas composições são Jazzisticas, com um toque fervoroso do Frevo, Maracatu, Baião, um pouco de samba entrelaçando entre elas...em fim eu digo ou quis dizer que, cada um tem seu gosto, e ainda bem que ninguém é igual no paladar musical, seja em ouvir ou fazer a música..
Com todos esses eu já estive junto, senti o calor e por isso deu para perceber o gosto musical, no entanto, os estilos e gêneros musicais duvidosos que talvez o Maestro Julio Medaglia menciona, devem ser aqueles que são puros ruídos, pois não dá para colocar no papel, a música, entretanto, dá para colocar no papel e dá para criar mais e mais.

 
Não deixem de comparecer:
 
11 de outubro às  14h30 no,  Teatro Lauro Gomes;
18 de outubro às 14h30  no, Teatro Elis Regina (avenida João Firmino, 900, Bairro Assunção);
25 de outubro às 14h30,  Teatro Lauro Gomes.
Informações: 4368-1246 e 4368-3483.


Por: Marina Bastos  (marina@abcdmaior.com.br)   www.abcdmaior.com.br   































                                                                  




 

Nenhum comentário:

Postar um comentário