sábado, 27 de agosto de 2011

CLM, Centro Livre de Musica



fotos de 2009
fotos de 2013
fotos do coitado Martins Pena em 2013

 Teatro Martins Pena, Centro Livre de Musica, Banda Sinfônica Municipal de São Bernardo do Campo, onde está você?

Aqui na internet podemos divulgar algumas das faltas da administração ou gestão atual do prefeito.
Lutamos para sair de uma simples diretoria de Cultura para termos uma Secretaria de Cultura, mas a pergunta que não quer calar: O que se está fazendo com a nossa cultura em municípios. Por um acaso você já perguntou ou foi atrás da administração para saber como anda as Artes, Musica e Cultura de sua cidade? De certo não foi atrás, e talvez tenha dito que tem muito o que fazer para ir atrás de hobies e entretenimento. Fique então sabendo meu caro cidadão desinteressado que muitos jovens se salvaram das drogas, de ser um marginal, por ter tido musica em sua infância. Alguns continuaram pois tinham o dom, outros não foram fazer roubos, mas construíram empresas e micro empresas, sim meu cidadão, estes estudaram música.
Isso se refere a todos os municípios, mas falando por São Bernardo do Campo, digo que, estamos percebendo uma falta de vontade política e olha que temos um vice prefeito que é também Secretário da Cultura de nome: o Sr Frank Aguiar. A alguns meses atrás recebeu uma quantia de 22 milhões para resolver a cultura aqui em São Bernardo do Campo, e eu esperei ela ser aplicada no primeiro semestre...nada...Veio o segundo semestre, e eu disse a mim mesmo, agora vai.... nada.


Aplicou em algumas das oficinas, mas este dinheiro já tinha no primeiro e segundo semestre, o que eu não posso deixar quieto é o fato de conseguirmos erguer o CLM que é mais ou menos parecido com a Fundação das Artes de São Caetano do Sul, pelo menos até o segundo nível. O Centro Livre de Musica   é hoje uma das maiores referencias no Grande ABCDRM paulistano como escola de musica e teoria musical gratuita, ou seja, não investiram, então osso dizer que era uma das maiores referencias de musica.
Ao passo que queríamos mais vagas, no ano passado, neste ano não houve um chamado a não ser dos acordeons que não estão no CLM e os cursos de viola, e violão que também não estão no CLM.
O CLM se encontra no Teatro Martins Pena, onde encontramos diversos grupos de musicos, indo para o mais avançado e da Banda Sinfônica Municipal de São Bernardo do Campo, que é ou era, um patrimônio da cidade. Este ano não apareci no CLM, mas sei, por intermédios dos professores que não existe nenhuma vontade política para fazer o CLM ser o melhor.
Os políticos,"servidores publicos" não servem o povo nesta área. Demorei... sei disso, a manifestar minha indignação e sei que, tanto Frank Aguiar como os que estão servindo a cultura, irão querer calar a minha boca, sem sucesso, pois eles não sabem com quantos artistas eu tenho comigo. Tenho artistas novos, com 5 a 7 anos de praia como tenho artistas de 30 anos de praia, artistas do RJ,SP,MG,PR,MS pelo que os estou me lembrando agora, musicos e maestros que talvez o Frank Aguiar conheça.
Nós Músicos queremos apenas o que já era nosso, voltar a termos novamente.Citarei algumas delas que melhoraram desde a gestão passada, mas não progrediram deixando um ano no vácuo.
Banda Mirim
Banda Jovem
Banda Sinfônica Municipal de São Bernardo do Campo
Orquestra Filarmônica  Municipal de São Bernardo do Campo
E aproveitando o desfecho , queria pedir a volta de todas as bandas que eram infanto, juvenis,  todas que desde 1977 foram contempladas como Patrimônio Municipal pelo então Ex Prefeito Tito Costa
A volta das fanfarras e bandas Marciais que também é patrimônio municipal.







Esta banda tenho que cumprimentar, pois foi uma que ainda sobrevive sem auxílio da prefeitura a tocar anos e anos a Corporação Musical São José, na qual gostaria de fazer parte dela. É um exemplo de orgulho de ser musico de bandinha, como um dia já fomos chamados, e ser uma raíz forte da cultura e da musica.


Primeiro é validar o que é prometido àquele que é patrimônio: O que se faz quando é um patrimônio municipal???? Cuida, trata, melhora e aqueles que fazem parte, devem ser tratados.
Chamo todos das Bandas que já fizeram muitas apresentações e desde o ex prefeito Demarchi que só pensou no seu umbigo, caiu as bandas Baeta e Cidade das Crianças. A Banda da Cidade das Crianças caiu, para a Cidade das Crianças mas continua viva. A Banda do Baeta recebeu instrumentos da minha banda Corporação Musical Filarmônica Maestro Pedro Salgado, pois o Maestro Cícero Dantas não queria mais dar aulas na banda então entregou a mim o poder de recuperar, os instrumentos, mas não os que foram doados e sim readiquirir da prefeitura novos.
A Coitada da Banda do Rudge Ramos que acreditou tanto no Willian Dib teve seus instrumentos, estranhamente roubados. Eu conheço e tirei fotos de locais onde os instrumentos estão, alias, temos o numero de Patrimônio Municipal e sabemos onde estes instrumentos estão.
Em 2007 tive uma conversa com o diretor de cultura, Osmar, que não deu a mínima até eu dizer quem eram meus contatos.  Tentamos ir até o encontro dos instrumentos , mas a prefeitura disse que os instrumentos foram recuperados,na qual não acredito,pois não vi nenhuma licitação de conserto de instrumento entre 2007 e 2008. Pedi uma nova conversa com o diretor da cultura de São Bernardo do Campo, mas não deu em nada.
Não posso deixar de dizer o nome da Corporação Musical Filarmônica Lauro Gomes, com o título de ser a mais antiga banda de São Bernardo do Campo, que hoje as criaças que estavam na Banda Mirim e na Jovem e alguns que tocavam na orquestra, são membros da mesma. Atualmente estão tendo um espaço na quadra do Palestra São Bernardo , no Bairro do Ferrazópolis , sede da Corporação Musical Filarmônica Maestro Pedro Salgado. Os ensaios são de terça e quinta às 19:00h, encontro vocês por lá.
Eramos 7 bandas musicais em perfeitas condições, onde se sobressaia a Banda do Rudge Ramos(extinta), tínhamos muitas fanfarras, e muitas bandas marciais... onde foram parar todas elas?
Gostaria de dizer no final que, eu não quero mal a nenhuma gestão administrativa, quero reforçar que quero o bem da cidade, e por esse motivo levo essa minha indignação ao conhecimento, justo eu que apoio todas as medidas culturais, seja qual partido for. Se eu encontrar uma pedra em meu caminho, de certo irei desviar ou passar de largo, mas sempre saberei que existe aquela pedra no meu caminho e ela não pode ser ignorada. Tomara que não veja minhas críticas como destrutivas, mas se assim for, sou uma pedra no seu caminho, não me ignore.
Gostaria que todos deixassem uma palavrinha, até meus amigos de Fundação e de outros meios de comunicação , pois é importante esta minha manifestação de indignação



Deixem um comentário ai pessoal, fico grato
Mozart Faggi

4 comentários:

  1. Bom ...tenho que compartilhar desse lamento, não participei das bandas ,mas tambem fui ludibriada com essa historia de sonho clm ... participei do curso de técnica vocal que foi abolido sem resposta ,justificativa ou respeito assim como todos os outros cursos!enviei e-mails até para o CQC para todos os vereadores (que de certa estão muito ocupados preparando sua retorica para ganhar votos e gastar dinheiro publico ou devem ter achado uma reclamação banal afinal o que são piolhos na cabeça de uma criança que passa fome!)mas não obtive respostas.Uma falta de tudo com os alunos e com os profissionais que ali trabalhavam!agora estão reabrindo cursos miojos para maquiar os buracos feitos!!!!att Daiane Carvalho

    ResponderExcluir
  2. Hoje , tem as aulas de técnica vocal, que são dadas no CLM... deixo claro que no CLM era para ter instrumentais, teorias musicais... a técnica vocal poderia ser dado no Elis Regina (estou dando um exemplo).. Vamos vencer esta batalha ou meu nome não se chama Mozart

    ResponderExcluir
  3. Eu perdi meu nome, mas ainda sou Sambernadense. Confiei nos Secretários, da gestão e o que me deram?

    ResponderExcluir
  4. Encontrei alguns musicos ativos, que pertenciam às bandinhas e por incrível que é, musicos da Banda Municipal da Cidade da Criança... uma toca um clarinete fantástico, encontro no chorinho a sua volta ao palco... outro tocava pratos, hoje um flautista doce que tem um quinteto maravilhoso...
    O que a Banda fez com eles? Te garanto que nada de mal, só troxeram o bem e muita disciplina... obrigado às Bandinhas e aqueles Maestros, prefeitos e vereadores que apostaram em nós, hoje estamos, sem recurso algum, ensinando.

    ResponderExcluir