sábado, 2 de março de 2013

Parabéns Inezita Barroso Adoramos Você!

 
 
 Texto de Ricardo Pontes
Uma vez, a Fernanda Montenegro disse ao Caetano Veloso que, quando ia ao sul do Brasil, se sentia num lugar relativamente estrangeiro, e que, em Salvador, essa sensação era ainda maior. Porque, no Sul, parecia-lhe que tinha ido à Europa, e, em Salvador, à África. Mas, quando ia a Minas Gerais, ela se sentia dentro do Brasil. Meio que usando a analogia da Fernanda Montenegro, quando eu ouço a paulistana Inezita Barroso (assim como o belíssimo CD do meu tio Jaime Alem), parece que eu escuto o que vem de dentro do país, do nosso mais profundo, da nossa mais essencial identidade com digitais sem qualquer falha. Inezita, pra mim, é um patrimônio nacional, um tesouro que traz e mantém intacto o brilho dos interiores deste país. E como é bela e melíflua a sua imagem, o seu jeito pitoresco e cheio de candura de contadora de "causos", alguém que a gente recebe na cozinha, que é o lugar mais informal e mais acolhedor de qualquer casa. Inezita Barroso é o resgate de um Brasil não tingido pelo cinismo, pela falta de caráter, pela falta de escrúpulos. É voz atávica e imemorial de um país que ainda pode cantar com esperança o futuro e a beleza da vida. Parabéns, Inezita, pelos seus 88 anos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário