sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

A primeira reunião do grupo F.A.C.A. Culturas e Artes


FACA faz seu primeiro encontro do ano. Agora surgem as perguntas, estão fazendo algo? Há uma credibilidade no que o Secretário Neto disse? Nossa carta foi levada em conta ou foi esquecida? Quanto tempo esperaremos para uma solução nas faltas, nas lacunas existentes com ênfase CULTURAL?
No grupo em mesa, disseram que fomos lá, entregamos a carta, nem todos estavam presentes e vimos que seria interessante fazer o chamamento...! Assim foi feito para melhorar o grupo, ter assinaturas.
A resposta foi melhor que pensávamos, conseguimos abordar, informar e chamar boa parte do cidadão Sambernadense e até de outras localidades.
Uma colocação de um dos membros enfoca que, em época da criação do grupo e o feitio  da carta foi em época eleitoral, em plena campanha, onde o Prefeito como o Secretário poderia falar qualquer coisa para a arrecadação de votos.
Passou as eleições, 2 longos meses, entraram na prefeitura no ano seguinte, e no dia 16 de deus Jano, foram substituídos Secretários e outros permaneceram, como é o caso do Secretário da Cultura Neto, (ele permaneceu.)
Os artistas teve que entender a estrutura do próprio pessoal da cultura(Secretaria da Cultura) não correspondia às necessidades.Mas como entender isso? Na tese, agora no momento aquele papel não correspondido se torna em vão, pois não foi assinado, não temos  sequer um documento que diz entre os executores municipais farão algo e “tome chá de cadeira.”
Como a estrutura estava, mas não sabemos porque, fragilizada no departamento que compete a cultura, ela terá que criar um conselho... 
Está aí, entregue as reinvidicações no dia 22 de novembro de 2012


Na lembrança das fases da cultura (departamento) e hoje podemos dizer, antes havia uma diretoria e ela dizia que não tinha recursos monetários 2007,2008, tentou-se então colocar um secretário, Celso Fratesh que não foi bem recebido, portanto não em 2009 que se criou uma Secretaria, pelo menos com Celso Fratesh não. Cria-se então a Secretaria com outra pessoa que estudou as pastas e retomou as oficinas e funcionamentos de teatros... um começo... Melhorou ainda mais a relação cultura x Sambernadense, criando novos postos e oficinas onde tudo foi para melhor, teve sim algumas baixas, como a Banda Sinfônica Municipal de SBC, que ainda está de pé, pois os músicos são concursados, são funcionários do município e não passam pela lei ridícula 8666, onde muitos dizem não ser ridícula, para isso temos que ver o que é, o por que da lei, onde ela se aplica, quando se faz necessária quem assina tal documento e como ou em que condições.
Em 2010 as oficinas foram estupendas, mas em 2011 certos núcleos criaram teias, uma delas é o Centro Livre de Musica no Teatro Martins Pena.



Criação de Conselho, a maior burocracia já vista e as vezes, não é eficaz! Esta é uma das pautas pertinentes que foi vista, profetizando o que não está nem perto de estar concluído.
A Artista Cibele disse, "já temos então uma diretriz para seguir ou reclamar imediatamente."

Exatamente, como a prefeitura mediante a tanta reivindicação, não deu nenhuma resposta que seja concreta, sem conselho ou com conselho as propostas serão devidamente serem exibidas, pois quem sabe o Secretário esqueceu ou perdeu o documento?
Dessa vez, compreende-se que deve ser carimbado, registrado, assinado, filmado e tudo de direito para que a prova esteja ao nosso favor.
Foi nesse ponto que tocou em um ponto” Para cada reinvidicação que fizermos, devemos passar por esse Conselho” ... Oras meia dúzia de pedidos irão demorar meses ou talvez anos.

Em reunião, estava um dos membros do Consorte, que mostrou a dificuldade, estamos agindo com boa fé, mas a prefeitura não encara dessa forma e no final dizem que Somos desorganizados
O Consorte deixou claro que o importante é deixar todos da prefeitura a par das decisões, inclusive o cabeça(prefeito) e as partes de baixo (comissionados, diretores, assessores)... pensando dessa forma o tiro vai de cima para baixo ou de baixo para cima, não sabendo como se funciona a verticalização dos tiros.

Inimigos Políticos... é a pior barreira, pois não disponibilizam informações, os projetos não passam, mas os que estão lá dentro, dizem que sabe, na verdade não tem idéia do que é e assim engana qualquer um com palavras do “eu prometo”.

Então com quem é melhor negociar?

Taí a pergunta que não se cala!

Nenhum comentário:

Postar um comentário