domingo, 3 de abril de 2011

Xadrez, um esporte pouco divulgado é bem aceito em São Bernardo do Campo

Sou um dos tantos enxadristas que existem em São Bernrado do Campo, e digo que se não fosse pela garra de Ricardo Criez, o esporte já teria finado, encaixotado e enterrado.
Os enxadristas são pessoas que tem estratégias, táticas um jeito matemático para chegar ao objetivo. Nem sempre a melhor Estratégia é o ataque, mas no decorrer da tática do jogo, o ataque é inevitável.
Quem começa o jogo sempre ganha? Não!!! Quem sempre se defende ganha? Como se pode ganhar se não ataca? Deve se saber a hora exata de atacar no meio de tantas defesas, afinal o objetivo é dominar o Tabuleiro.

Quem é bom em xadrez, é tão bom em matemática, o raciocínio não precisa ser rápido, apenas no tempo certo.Nas decisões diárias o xadrez influência, mas nunca vi um enxadrista afobado... São pessoas que calculam a hora de dar o bote, sabem onde erram e onde acertam...

A vocês que tem filhos e gostariam de aprender, junto com os filhos, a arte, ou seja, o esporte do Xadrez, digo que seria muito bom, para o enxadrista, e para seu filho.
Tem um velha frase que diz'Quem tem pressa come crú" mas tem outra que diz que "Quem não tem pressa come torrado"... o enxadrista sabe a hora certa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário