terça-feira, 29 de outubro de 2013

Loucuras culturais, menos estresse ao cotidiano


Como a Cultura em suas várias linguagens pode levar espanto, alegria, tristeza, humor, drama, cores... como pode?
Em um vídeo vi o que poderia ser dito “O QUE NUNCA FOI DITO” sim pois no começo umas coisas anormais, instrumentos perambulando?
Todos estranham, mas  concentem até que o ultimo instrumento (uma flauta) vem de patinete e começa a musica. Boquiabertos ainda com os instrumentos, pois alguns eram raros encontrar nas ruas, uma vóz solta com força. Causou espanto, tipo(essa mulher tá louca) depois outra soprano canta em outro local(aí já se encontram duas loucas) lá em cima ouve-se a outra soprano(pronto ,pode chamar o manicômio!!!).
E os músicos? estavam tocando conforme a música, mas, começa a entrar clarinetes, trombones, mais violinos.... o que está acontecendo?
Veja então o resto, pois adorei. Por encrível que pareça tem gente que sente falta das alegrias, as surpresas em locais inesperados... alguém já te disse que se for dar um susto tem que ser bem dado? Se for fazer este tipo de show de no máximo 3 min, tem que fazer bem feito...
Vejam que os musicos se vestem como todos que ali estão, normalmente, pois músicos são pessoas normais por natureza...
Observem  a cara de espanto de um fotógrafo perguntando a si mesmo: O que é que está acontecendo?
O Cajuv forma pessoas de boa indole, nestes Bailarinos, Trapezistas, Malabaristas, Equilibristas, Palhaços, dançarinos de rua, dançarinos de salão e ainda tem espaço para outras artes como violão, prática de conjunto, bateria...
Temos o CLAC, onde creio que há dança do tipo Balet e desenho artistico...
Temos o CLM(Centro Livre de Musica) que está parado neste semestre, mais uma vez... insisto dizer que, no CLM, CRI, CAJUV,CLAC(tem professores que não foram pagos até hoje) as coisas não devem nunca(NUNCA) subtrair, ou seja, tira um curso e se der no semestre que vem ele volta e tiramos este que colocamos hoje. É o que acontece aqui infelizmente.
Temos que somar, dar asas, fortalecer, fomentar a cultura, dar um jeito(e isso tem como) através daqueles que nós entregamos a carta de pedidos e que se comprometeram a cumprir... tá você dirá que estou falando de política, mas me diga, de que outro jeito eu poderia falar? Você acha que eu deveria passar a mão na cabecinha destes?
Outrora não tinha nada para eu discutir, hoje só vejo pontos de discussões e graças a Deus alguns em andamento do jeito ou lado humano de ser e em breve verão algumas conquistas.


    

Nenhum comentário:

Postar um comentário