sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Fundação das Artes de São Caetano do Sul

O que posso dizer do meu próprio punho o que é a Fundação das Artes de São Caetano do Sul conhecida como  Fundarte ou FASCS? Eu ainda estou querendo uma nova chance para estar entre o pessoal da Fundação. No tempo em que estive , fiz de tudo um pouco, onde a teoria musical era a prioridade, junto com a história da musica, e não era fácil tirar boas notas, não notas musicais, mas notas tipo um 5 pelo menos.
Em 1983 fui contemplado com uma Bolsa de estudos para estudar na Fundação, mas como o lema dos pais era ter primeiro uma profissão, eu fui atrás de uma, me tornei um técnico eletronico e depois que fiz as honras  de ter uma profissão, cai de boca na música. Toquei para vários conjuntos inclusive o Raiz do Som, Uns e Outros e The Teacher's Band, mas nada era tão legal do que tocar na Big Band de Jazz da FASCS. Como fui ingressado para ter teoria musical , onde a bolsa quem pagava era a prefeitura de São Bernardo do Campo, se eu quisesse ter aulas de outros, teria que pagar. Foi ai que conheci Zé Ito, o cara do sax soprano, que foi meu professor de sax. tinha uma obrigação que era pertencer ao coral, e assim eu estava também dentro. Mas aprendi muito com a Big Band, muito mais que uma simples aula, era outra coisa, era fantástico...
Sei que a prefeitura não quer investir hoje em cultura que é uma coisa lamentável, pois em um dos meus post anteriores falei sobre o CLM (Centro Livre de Musica) que passou este ano todinho a teia de aranhas, lamentável.
O Maestro Antônio era o cara era nosso Regente, e o corpo dele vibrava jazz, e em 2009 fiquei sabendo que ele era amigo da família, pode uma coisa dessa? Sim... pode!
Entrei na Fundação em 1987, sai 1990 e em 2001 retornei na Big Band e sai depois de uma unica apresentação que não cheguei a concluir.
Custa caro uma FASCS, sem contar ter tempo, dinheiro para condução, ter instrumento, e por ai vai.
Dos vídeos que escolhi espero que gostem , pois eu adorei o rítmo e o quarteto de sax em si.
Quarteto de Saxofones - Sax Four Sax
Show realizado no auditório da Fundação das Artes - São Caetano do Sul, em setembro de 2007
sax soprano- Zéito Martins
sax alto- Mauro Casellatto
sax tenor- Joca Araujo
sax barítono- Chico Macedo
percussão- Alexandre Biondi

arr: Chico Macedo

Para quem não conhece a Fundação das Artes de São Caetano do Sul, posso com firmeza dizer que ela é uma das melhores escolas de Artes da América Latina e eu esperava que Sao Bernardo pudesse dar isso. Nela se formaram muitos musicos famosos, inclusive Bocato, centenas e milhares de dançarinos , pintores, vozes musicais descobertas nos corais... atores, teatrólogos, cineastas e por ai vai.É difícil dizer dos famosos, quem não passou pela Fundação das Artes.

Para definir uma escola ou a famosa FASCS  que faz jus ao nome,  temos um pouco da história dela:

“ Artista já nasce pronto?” Vocação (ou dom, talento etc.) é algo real e importante. Só isso, porém, não garante carreira artística ou sucesso. A Arte exige dedicação, estudo, humildade e disciplina, em grande quantidade. E, desde 1968, a Fundação das Artes de São Caetano do Sul, com competência técnica e experiência no ensino, recebe quem realmente quiser dedicar-se ao estudo e à prática artística, seja por prazer ou necessidade profissional; ou, apenas, para visitá-la e respirar Arte.
http://www.fascs.com.br/index.asp?dados=historico
Espero que a Secretaria da Cultura de São Bernardo do Campo  tenha lido com atenção o que a FASCS é e porque é a melhor.




Aquele que foi meu maetro da Big Band lembrando que este curriculum é de 2005

MAESTRO ANTONIO CARLOS NEVES PINTO
Bacharel em piano, composição e regência pela Faculdade Alcântara Machado, também concluiu o curso de Música da Fundação das Artes de São Caetano do Sul. Participou de inúmeros festivais de música pelo país e no exterior. Em 1991, na Itália no Festival Internacional de Anzio, foi escolhido entre os regentes participantes para reger um concerto à frente da Orquestra Filarmônica da Bulgária em homenagem ao
bi-centenário da morte de Wolfang AmadeusMozart, voltando a reger essa mesma orquestra em 1992. Em 1994, esteve participando do Festival Internacional de Jazz no Banff Centre of Arts no Canadá como pianista na qualidade de Resident
Artist.De 1991 a 1996 foi regente da Orquestra Sinfônica Jovem da Fundação das Artes. Desde 1997, é o regente titular da Orquestra Filarmônica de São Caetano do Sul, obtendo, por cinco temporadas de concerto, grande sucesso de público e crítica. É o produtor artístico e executivo do primeiro CD gravado da Filarmônica de São Caetano do Sul. Como compositor e pianista gravou CDs para o selo Comep-Edições Paulinas, valendo destacar a trilha musical escrita para o CD "Viver em Paz" do ator Jackson Antunes da Rede Globo de Televisão. Mantém ainda intensa atividade pedagógica como professor dos cursos de música da Fundação das Artes, desde 1985.
Atualmente cursa mestrado em artes pela UNICAMP. Em setembro de 2001 recebeu o premio Desempenho 2001, na categoria Empreendedor Cultural, premiação esta de âmbito regional, promovido pela Revista Livre Mercado.
               Acho que era irmão dele, na qual não sei o nome, eu, no centro, e Maestro Antônio
 

Temos tantos talentos esperando sua vez, e as vezes não foram descobertos, e podem estar morando na rua, ser um marginalizado por acreditar que a cultura é sua profissão. Isso existe de monte, pois ainda dizem que a musica , teatro , dança, cultura em geral é um hobie , um entretenimento. Se não fosse as artes, o que você teria para assistir na tv? o que seria do seu MP3? E digo, cada projeto demora dias meses ou até anos para concluir, que são executados em minutos. O que é entretenimento para uns é profissão para outros. Vendo esta mentalidade do povo, é lamentavel ainda que não temos mais verbas para a cultura. A cultura é educação, até 1955 sei que havia como matéria a Musica, a Cultura em si, é saúde, tira os nossos jovens de locais parecidos com a CRACOLÂNDIA  . Quem estuda musica, tem melhor concentração e sua matemática é das melhores, mas quem é ator, se prepara para cargos importantes, pois um bom profissional tem que ter um pouco de ator(vamos olhar para os atores das eleições que aprenderam, por isso somos até ludibriados)
Deem ao seu filho a oportunidade de seguir algo que ele goste, ame e que leve para frente, do que uma simples faculdade(fazer por fazer) Falo isso com experiência, convívio e ter duas filhas que quando ao escolher uma faculdade ficou com mil duvidas, entrando as cegas, mas na realidade ela queria ter outra profissão(mas dizem que é hobie e não dá lucro fazer gastronomia) Chorei por dentro por ela ter escolhido algo que após 1 ano já formada, não entrou em sua área que fez faculdade, sendo secretária de um e de outra empresa... Então Senhores pais , vejam com carinho o que seu filho quer ser e batalhe, não lhe dê rumos, deixem que eles mesmos sabem o que quer.

 Mozart Faggi

Um comentário:

  1. Eu tenho um amigo, que estudou música ali. O Walter Thomé Jr. Sax. Tomé, grande publicitário, mora atualmente em Maringá.
    Em SCaetano só dá gente boa mesmo.

    ResponderExcluir