sábado, 30 de abril de 2011

Que vantagem Maria leva?

Mozart Faggi


Fiquei de molho, mas não parei de construir minhas idéias e mostrar a todos, afinal, dá-se para sem estar na Internet construir algo de útil.Estarei de virgilha , sem postar, mas de olho.
Meu amigo @fabiofamilias e até @leandrogiudici , e porque não dizer o @sergiopiola , sabem que não sou redator, não sou muito bom com as palavras ao redigi-las, mas sinceramente se eu conseguir expressar minha voz,  e ao ler as entender, já estarei tranqüilo.
Isso é falta... falta de ter pego mais em livros, que só comecei quando mais velho....
Gostaria que o cidadão Sambernadense, ou Batateiro(dará na mesma) curtisse mais as leituras, um bom livro, literatura, que façam parte de Saraus. Já vi o Autor Bemvindo Sequeira fazendo leituras de obras que se tornaram vivas no que ele chama de a poesia não se declama se sente, tem que viver aquelas linhas rabiscadas um dia por um autor, quer seja conhecido, ou não... todos tem sua vida... tem uma paixão é algo que só quem lê e quem ouve que pode dizer “Magnífico”
Dos vários textos que tenho eu também gostaria de dizer do Ricardo Queiroz, que melhor que quaisquer jornalistas deixa-nos preso ao texto... Essa deve ser a arte de dizer “Ler é Excelente”. Digo mais, esta personalidade merece mais que uma carreira dentro de uma Biblioteca, muito mais... sou fã incontestável de Ricardo Queiroz..Mas como fazer para o texto ser interessante, mesmo havendo pouco a se dizer sobre o assunto? Essa aula eu faltei, com toda certeza.
Diz Eduardo Veríssimo que, o Título vale 50% da nota em uma redação, que no caso o ENEM... Concordaria se não fosse os textos de alguns verdadeiros repórter, e alguns Blogueiros de talento, onde o texto é muito mais chamativo que o título. Sei que todos podemos aprender a fazer textos compridos mas que nos deixam pregados e vidrados.
É assim que dos livros que li, na qual o título não era de importância embora em ora fosse. Como eu escolheria dentre tantos livros que eu tinha o assunto que me daria prazer em ler?

Comecei a ler livros que não me dizia nada.Títulos eram fantásticos, mas o desfecho era péssimo.Não sei vocês, mas eu procurei muito livros técnicos ou com técnicas, que das muitas vezes absorve 10% do que ele queria dizer...
Em livros com textos interessantes, de alma, de corpo, aquele que você não agüenta  a espera, quer saber o final, são os que realmente fazem sucesso...
Linguajar do cotidiano, sem gírias, ou se disser, sublinhe antes, são os textos mais fortes e sem precisar escrever uma palavra de entendimento intelectual. Seria o mesmo que colocar um texto para apenas 1% de leitores entenderem... Nessa afirmação eu pergunto: Que vantagem Maria leva?
Investir em literatura, enxadristas, musica, teatro,artes, CULTURA  é uma responsabilidade que todos temos, principalmente as prefeituras. A mídia deveria investir, pois senão quem lerá as reportagens mal feitas ou até aqueles que não as divulgam?
Jornais de direita e esquerda, divulguem ... é para o seu próprio bem, acredite...
Se a mídia continuar boicotando nossos profissionais  há alguma vinculação a frase “Lei de Gerson?”
Repito... Que Vantagem Maria Leva?

Nenhum comentário:

Postar um comentário